Bloqueio criativo: 3 dicas incríveis para combater esse problema

Tempo de leitura 3 min

Para inúmeros colaboradores iniciativa e disposição são fatores suficientes para tornar a sua rotina bem produtiva, o que funciona apenas para projetos de fórmulas prontas em que a repetição já é capaz de proporcionar bons resultados.

O mesmo não pode ser dito para os profissionais que precisam da criatividade para transformar ideias em projetos concretos. A exemplo, temos os designers, arquitetos e artistas em geral, que, por diversas vezes, deparam-se com o temido bloqueio criativo, que acontece quando o indivíduo não consegue obter inspirações para desenvolver criações.

Ficou curioso sobre o assunto? Então confira as 3 dicas que preparamos para você conseguir combater o bloqueio criativo!

1. Mantenha uma rotina regular de produção

Um erro que é muito comum entre os profissionais de colaboração artística e ilustradores é o fato de acabarem perdendo tempo com a espera do surgimento de alguma inspiração. Entretanto, assim como as outras habilidades, a criatividade surge por meio do exercício diário, uma vez que fluirá bem melhor do que ficar gastando horas e horas para lapidar a mente àquilo que deseja.

Uma dica que muitos profissionais e artistas seguem é realizar a materialização das ideias que forem surgindo na mente, pois quanto mais trabalhamos a mente sem pretensões e livre da pressão, mais ideias surgirão.

É importante lembrar também que o uso de uma folha em branco ou de um quadro só deixará o profissional preso ao “paradoxo da escolha”. Logo, o artista ficará travado e ainda mais indeciso sobre o que criar para desenvolver o que ele quer no projeto, haja vista que terá diversas possibilidades, tornando ainda mais difícil optar entre o que começar a produzir.

Portanto, nota-se que ao trabalhar com restrições, novas abas de oportunidades serão abertas, tornando o seu trabalho ainda mais produtivo.

2. Estimule o pensamento criativo

Uma forma de trabalhar estimulando ainda mais a imaginação é realizando o brainstorming, que consiste em numerar todas as ideias que se relacionam com o projeto que você está desenvolvendo.

Por isso, coloque no papel tudo aquilo que vier na sua mente, até mesmo aquelas imaginações fora de lógica. Além disso, é importante que escreva todas em formato de coluna, a fim de não misturá-las, evitando que surjam combinações incomuns e sem sentido.

Outra prática eficiente é realizar a Lista dos 100. Para fazer uma é necessário pensar em algum tópico aleatório e listar 100 assuntos ou itens relacionados a ele.

Desse modo, o objetivo final é forçar o cérebro para que haja um estabelecimento eficiente de conexões jamais pensadas, o que geralmente ocorre quando o profissional chega nos últimos 30 itens da lista, pois o subconsciente começa a agir livremente.

3. Saia da sua zona de conforto

Esse talvez seja o ponto mais importante. Optar pelas condições mais ágeis para trabalhar é uma ação difícil, mas necessária, pois você terá que abrir mão da sua zona de conforto.

Dessa forma, é imprescindível que o artista procure novos ambientes, novas ferramentas de trabalho, a fim de gerar novas criações. São pequenas ações de quebra de rotina, mas são muito eficazes.

Adotando essas dicas você conseguirá combater o bloqueio criativo. Mas lembre-se também de tirar um tempo para respirar, pois isso além de te ajudar com a criatividade, ainda fará com que seja mais produtivo.

Gostou do nosso post? Então, assine a nossa newsletter e receba nosso artigos no seu e-mail.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up