Impressoras

Como realizar de forma correta o descarte de impressoras?

outubro 16, 2018
Como realizar de forma correta o descarte de impressoras?
Tempo de leitura 6 min
PORT, distribuidor oficial Plotter HPPowered by Rock Convert

Assim como qualquer outro equipamento eletrônico e seus componentes, o descarte de impressoras deve ser feito de forma correta e consciente. Afinal, esses aparelhos são compostos por partes recicláveis. Além disso, podem trazer riscos à saúde e ao meio ambiente, quando descartados de forma errada.

Quer entender melhor sobre a importância do descarte de impressoras e saber como fazê-lo da forma correta? Então, tome nota das dicas abaixo.

Por que o descarte de eletrônicos deve ser diferente?

Infelizmente, nem todas as cidades brasileiras contam com um sistema de coleta seletiva. E mesmo as que já têm esse serviço, nem sempre são 100% eficientes. Sabemos que separar os tipos de lixo é importante para o reaproveitamento de muitos materiais. No entanto, quando se trata de eletrônicos, incluindo as impressoras, é preciso ter uma atenção redobrada.

O fato é que esses aparelhos, basicamente, são compostos por plásticos e metais, ambos recicláveis. Entre os componentes principais estão a carcaça, fios e placas eletrônicas. Tudo isso demora séculos para se degradar naturalmente no meio ambiente e, além disso, alguns resíduos podem ser muito perigosos para a saúde e para a natureza.

Elementos como o mercúrio, o lítio e o chumbo, por exemplo, são capazes de contaminar o solo, rios e vegetações. Em contato com o corpo humano, essas mesmas partículas, se ingeridas ou absorvidas, podem provocar efeitos cancerígenos, afetar o sistema respiratório e, até mesmo, causar mutações. Só com isso, já é possível perceber a responsabilidade que temos na hora do descarte de impressoras e outros eletrônicos, não é mesmo?

Como é feito o descarte de impressoras?

As melhores marcas de impressoras costumam ser as mais resistentes e com maior durabilidade. Ao mesmo tempo, cabe às empresas e aos donos desses equipamentos cuidar e realizar as devidas manutenções dos aparelhos, com o intuito de prolongar sua vida útil.

No entanto, como qualquer outro eletrônico, as impressoras precisam ser trocadas e substituídas, sejam as profissionais, sejam as de uso doméstico.  E é nesse momento que precisamos decidir o rumo delas. Pensando nisso, separamos algumas dicas abaixo. Confira!

Reciclagem

Se a troca da impressora é porque ela já não funciona mais, infelizmente, não tem muito que fazer, a não ser descartá-la da forma correta. É importante que não se jogue o aparelho no lixo comum ou, simplesmente, o deixe na rua, para evitar os riscos que falamos um pouco mais acima.

O recomendado é se informar na prefeitura da sua cidade e confirmar se há algum serviço de coleta especifico para eletrônicos. Caso não haja, você pode procurar por algum centro de reciclagem ou por empresas especializadas nesse tipo de recolhimento.

Devolução

Outra forma para tentar o descarte de impressoras da forma correta é contatando o fabricante do equipamento. As principais marcas contam com políticas ambientais sérias e, por isso, devem fornecer meios viáveis para descartar os componentes ou até mesmo oferecer seus próprios programas de coleta.

De acordo com a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), é obrigação de o produtor recolher ou indicar serviços para a reciclagem dos componentes por ele produzidos.

Venda ou doação

O descarte de impressoras não se dá, necessariamente, por problemas e perda total de sua função. Novos modelos são lançados e, cada vez mais, as marcas anunciam equipamentos mais modernos e avançados, o que naturalmente torna alguns aparelhos obsoletos.

Quem trabalha e depende da impressora sabe da importância de contar com um modelo mais adequado e compatível com as demandas do negócio. Mas será que esses equipamentos antigos, ainda em funcionamento, precisam ser descartados também? Evidentemente que não. Afinal, sempre haverá utilidade para outras pessoas e empresas.

No caso de uma impressora doméstica, anunciar para a venda é a melhor opção e ainda garante uma receita extra no mês. Já em trocas maiores, quando se trata de uma empresa que decidiu renovar os equipamentos, pode-se pesquisar sobre escolas ou instituições carentes que aceitem os aparelhos como doação.

Para onde vão os componentes durante o descarte de impressoras?

Agora que você sabe a importância do descarte de impressoras, pode conhecer um pouco sobre como é feito esse processo e como seus componentes podem ser úteis para a fabricação de novas peças e produtos.

Após a coleta correta, os aparelhos são encaminhados para os centros de reciclagem. Lá são desmontados e suas peças separadas, de acordo com o tipo de material (plásticos, metais, borrachas etc.). A partir disso, são reaproveitados ou têm suas partes trituradas, com o intuito de se tornarem matéria-prima para novas produções.

Para entender mais a fundo sobre o destino de cada peça, separamos algumas das principais formas de reaproveitamentos dos componentes de uma impressora. Vamos conferir?

Carcaças

As carcaças de impressoras são feitas de plásticos. Por isso, são separadas e trituradas com materiais semelhantes. Após esse processo, esses resíduos podem ser vendidos para os próprios fabricantes ou para outros produtores utilizarem em sua linha de produção de novos equipamentos. Também servem como fonte de energia para fábricas e indústrias quando são incineradas.

Vidros

Uma impressora multifuncional, por exemplo, terá partes de vidro (scanner e copiadora). Essa parte pode conter substâncias nocivas em seus componentes e, por isso, precisa ser cuidadosamente separada. O vidro em si, passa por uma moagem e tratamento até ser transformado novamente em matéria-prima.

Baterias e placas

Nem todo centro de reciclagem é capaz de reaproveitar esses elementos. Por isso, a importância de encaminhá-los para empresas especializadas que saberão tratar e descartar da forma correta essas partes.

Cartuchos

Boa parte dos cartuchos de impressora é feita de plástico, o que possibilita a reciclagem desse material. Além disso, as tintas têm substâncias químicas que são prejudiciais ao meio ambiente. Por esse motivo, precisam ser tratadas e descartadas separadamente.

Enfim, essas foram as dicas sobre descarte de impressoras. Sem dúvidas, esse processo é importante para o nosso planeta e cabe a cada um de nós a conscientização de realizá-lo da forma mais correta e ecológica.

Gostou do post? Quer receber mais dicas sobre eletrônicos para sua casa ou seu trabalho? Então, não deixe de se inscrever em nossa newsletter para receber tudo em primeira mão!

Quer o melhor fornecedor para sua empresa? No site da PORT você encontra os melhores materiais de escritório, informática e papelaria. Entre e confira!

 

 

PORT, distribuidor oficial LexmarkPowered by Rock Convert
PORT, distribuidor oficial EpsonPowered by Rock Convert
    Scroll Up