Dicas de jardinagem para iniciantes

Mesmo nos grandes centros urbanos, em apartamentos, até em escritórios, as plantinhas estão conquistando cada vez mais a afeição e o coração das pessoas. Isso significa que o interesse pela jardinagem, ainda que em forma de hobby, também aumentou.

Mas quais os passos que os “jardineiros de primeira viagem” precisam seguir para criar um ambiente mais verde? Caso essa seja a sua dúvida, você está no lugar certo, pois preparamos um conteúdo completo com dicas de jardinagem para iniciantes. Vamos começar?

Qual é a diferença entre paisagismo e jardinagem?

Para início de conversa, queremos explicar o que é paisagismo e o que é jardinagem. São conceitos que muitas vezes se confundem, mas que, na realidade, se complementam.

O paisagismo está intimamente ligado à arquitetura, sendo a ação de planejar e organizar a paisagem estabelecendo uma relação harmônica entre o homem e a natureza. Ou seja, é a técnica de elaboração e planejamento de projetos verdes.

Já a jardinagem é o braço executor. É ela que dá vida a grandes projetos paisagísticos ou às ideias mais simples de criar um ambiente aproximado da natureza, em casa ou em qualquer outro lugar.

Confira um guia com tudo que você precisa saber para ter sucesso no cultivo de plantas

Caso você pretenda começar a cultivar um jardim em casa ou tenha um capricho especial com as suas plantas, deve ter percebido que existe todo um cuidado relacionado ao assunto.

Não é apenas colocar dentro do vaso, jogar água e esperar que ela chame a atenção de todas as suas visitas.

Então, para quem ainda está criando raízes no assunto e não quer errar, nós preparamos um guia listando as principais dicas para ter sucesso no cultivo e manutenção das plantas.

1. Tenha o seu próprio kit de jardinagem

Nosso primeiro conselho é que você tenha o seu próprio kit de jardinagem. Ele não precisa ser completo no início, pode ser básico. O que importa é não improvisar ferramentas e materiais que não sejam adequados para a tarefa.

O “kit sobrevivência” para jardineiros iniciantes deve ter pá, rastelo e espátula fina. Com o tempo, dá para incorporar outros materiais, como tesoura de poda, garfo de mão, borrifador, regador e demais itens para uma prática mais avançada.

2. Procure pela luz

Planta precisa de luz para sobreviver, isso aprendemos lá nas aulas de ciência. Portanto, a luminosidade do ambiente é um fator crucial para as suas plantas crescerem belas.

Contudo, diferentes espécies de plantas vão demandar quantidades maiores ou menores de luz. O importante é estudar o tipo que está cuidando e procurar o melhor ambiente para ela. Para não ficar dúvidas, se liga nos tipos e as respectivas exigências de luminosidade:

  • Plantas de sol: precisam da exposição direta à luz solar por algumas horas ao dia.
  • Plantas de meia-sombra: precisam muito de luminosidade, mas sem necessidade de exposição direta por muito tempo.
  • Plantas de sombra: preferem a luz difusa, sem necessidade de exposição direta.

3. Avalie o substrato

Para o melhor desenvolvimento das plantas, é necessário que elas estejam em um solo adequado. Muitas vezes, só a terra não será suficiente, e é aí que entra o substrato.

Trata-se de um preparo para ser misturado à terra e fornecer mais substâncias essenciais para o crescimento da planta. Esses substratos podem conter em sua composição fósforo, potássio, nitrogênio e demais nutrientes que vão favorecer esse desenvolvimento.

4. Aprenda a plantar mudinhas

Quem está começando na jardinagem se diverte muito na hora de plantar as primeiras mudinhas. A técnica é a principal forma de multiplicar e variar qualquer jardim e pode ser realizada de diferentes jeitos.

Plantar as primeiras sementes é muito legal, mas exige um tempo maior para ver os primeiros ramos desabrocharem. Os vasinhos, após preparados, podem receber ainda um galhinho da planta (estaquia), mudinhas que ficam na base das plantas (brotos) ou o bulbo, que algumas espécies nascem a partir deles.

5. Atente-se à ventilação

A quantidade de vento adequada também influencia no crescimento da planta. Mas, tome cuidado, porque vento demais pode acabar prejudicando as suas companheiras.

Em geral, plantas que apresentam folhas com franjas, como as palmeiras, são mais resistentes ao vento. Ar condicionado em cima da planta também não é recomendado, pois atrapalha a troca de gases.

6. Aposte em plantas fáceis de cultivar

Para quem está começando a se entender com a jardinagem, pode ser preferível cuidar de plantas que são mais fáceis de cultivar. Exemplos interessantes e que vão deixar o seu ambiente verde e bem decorado são os cactos e as suculentas.

Suas espécies costumam ser mais resistentes e precisam de pouca rega, além de terem boa diversidade de formatos. Espécies com folhagens e plantas pendentes também podem ser boas escolhas para os iniciantes.

7. Regue de acordo com as necessidades

Não precisa ficar com o regador pendurado para cima e para baixo, querendo regar as plantas a cada três horas. Elas possuem necessidades específicas de água e o mais interessante é estudar sobre a espécie que você tem para fornecer a quantidade recomendada.

Se tiver dúvidas, temos uma dica simples que vai ajudar: afunde o dedo no substrato e sinta se a terra está molhada ou não. Caso perceba estar seca, aí sim, pode regar a sua planta sem se preocupar em passar dos limites.

8. Adube

E a nossa dica final não poderia ser outra: não deixe de adubar as suas plantinhas e, assim, dar os nutrientes necessários para ela crescer bem — importantíssimo para plantas em vasos.

No mercado, você vai encontrar adubos químicos e orgânicos, ou caseiros, que costumam ter a preferência dos jardineiros por serem produtos mais naturais.

Jardinagem e Paisagismo: Conheça sete ferramentas básicas

Tá pensando que acabou? Não, ainda temos muito para te contar sobre jardinagem, para que você consiga ter sucesso no plantio e cuidado com as suas plantas.

Mas, para além das dicas, um jardineiro iniciante precisa estar familiarizado com os instrumentos que utilizará em seu novo interesse. Alguns deles são básicos e fundamentais para facilitar a manutenção do seu jardim e vasinhos.

Vamos então descobrir quais são as principais ferramentas para as práticas de jardinagem e paisagismo.

1. Aparadores de grama

Tendo sua casa um jardim gramado, será importante realizar o corte regular para que a grama não fique alta. É aí que os aparadores de grama aparecem para agilizar o serviço e deixar o espaço com aspecto bem cuidado.

Você pode escolher entre o aparador de grama elétrico ou à gasolina. É possível encontrar vários modelos no mercado, como os aparadores com fio de nylon ou modelos de cortadores com caixa, para facilitar a coleta da grama cortada. Procure, portanto, optar por aquele que será mais eficiente dentro do que você procura.

2. Carrinho de mão

Essa é uma outra ferramenta muito útil para quem pensa em criar um grande jardim em lugares espaçosos como quintais. O carrinho de mão é multifuncional e facilita o transporte de outras ferramentas, mudas e plantas, pedras, adubo, terra, o que for necessário.

A ideia é diminuir o esforço e otimizar a locomoção, principalmente quando precisamos deslocar plantas sem agredir muito as suas raízes.

3. Ancinhos ou Rastelo

Para limpar e nivelar o solo, é sempre importante ter em caso um rastelo, ou ancinho, como este material também é chamado.

Se você está estranhando o nome, vamos facilitar a lembrança: esse instrumento é uma espécie de vassoura com dentes, muito utilizado para retirar folhas secas dos gramados, fachadas de casa e ao redor de piscinas.

4. Pás

É muito difícil começar a pensar em fazer jardinagem sem ter uma pá por perto. Elas são instrumentos essenciais para fazer o plantio de mudas em canteiros, vasos e jardins.

Claro que existem tamanhos e tipos diversos de pá, cada um mais apropriado para um tipo de execução. Para quem vai se dedicar a ter plantinhas no ambiente interno de casa, por exemplo, é indispensável uma pá pequena, que é mais útil para cavar buracos em vasinhos.

5. Regador ou Mangueira

Como nós ensinamos nas dicas de jardinagem para iniciantes, a rega das plantas é uma etapa fundamental para o desenvolvimento delas. Para isso, você pode utilizar o regador ou uma mangueira.

Se você tiver um jardim grande, o uso da mangueira é capaz de ser mais eficiente, porque ela estará conectada à torneira fornecendo toda a água que você precisar até terminar a tarefa. Mas lembre-se que as plantas possuem necessidades específicas, não precisa ficar regando de hora em hora.

6. Regador

No caso de vasos e jardineiras, a utilização do regador certamente será melhor e menos prejudicial para as plantas.

Esses instrumentos são menores e mais delicados, facilitando o cuidado com plantas menores. Outra vantagem é que o jato da mangueira pode arrastar a terra ou mesmo danificar as plantas, tornando esse instrumento menos propício a alguns tipos de cuidados.

7. Borrifador

O borrifador também pode ser usado para molhar as plantas, mas o seu uso mais comum é para aplicação de defensivos e o combate de pragas.
Esses materiais permitem uma aplicação mais gradual e em menor quantidade. E no caso dos defensivos, é sempre bom recomendar o uso de produtos naturais na prevenção de epidemias de grilos, lagartas e outras pragas.

Ferramentas de jardinagem: Adquira equipamentos de autoproteção

Caso você pretenda cuidar bem das suas plantas, não se esqueça também do autocuidado. Existem importantes equipamentos de autoproteção para dar mais segurança a você mesmo durante as tarefas de jardinagem.

Utilize luvas, botas e um avental para diminuir a sujeira. O uso de óculos e protetor solar também é indicado para a realização de trabalhos externos.

Todos esses materiais podem ser encontrados em lojas especializadas em artigos para jardinagem com facilidade. Preferindo, pode pesquisar sem sair de casa: é só acessar o site da PORT que lá você também encontra ferramentas para plantio e manutenção com qualidade e ótimo preço. Não deixe de conferir!

Conclusão

Com as dicas de jardinagem para iniciantes que trouxemos, você pode começar agora mesmo a montar o seu jardim em casa.

Seu ambiente vai ficar mais acolhedor, fresco e ganhar um toque especial, que certamente será percebido pelos seus amigos e visitantes. Agora é hora de colocar a mão na terra! Aproveite bem as nossas dicas e até o próximo conteúdo.

Previous slide
Next slide
Receba nossos conteúdos gratuitamente!

Conteúdos mais acessados

Produtos em Destaque

No mundo atual onde a tecnologia alcança novos patamares com uma rapidez incrível, as impressoras continuam a desempenhar um papel

Atualmente vivemos em um mundo onde a impressão de documentos e fotos se tornou uma demanda recorrente tanto no uso

Vivemos atualmente em um mundo onde a tecnologia faz parte de todos os aspectos de nossas vidas. E é por

Deixe um comentário

Fechar Menu