Escolar

Dicas para estudar: confira as melhores formas para ensinar os filhos

julho 25, 2019
Tempo de leitura 6 min
PORT, distribuidor oficial ChamexPowered by Rock Convert

Veja esta situação: seu filho gosta da escola, das aulas, professores e colegas, mas esse esforço e entusiasmo não estão trazendo ganhos acadêmicos e boas notas. A verdade é que os educadores sabem certas dicas para estudar que funcionam melhor, mas poucas escolas ensinam os alunos as melhores maneiras para ler, ouvir e aprender.

O sucesso na sala de aula não vem de uma única coisa: é a combinação certa de atitudes, hábitos e muito esforço. O segredo está no método de estudo e não no tempo gasto. Antes de tentar ajudar seu filho, você deve primeiro ajudá-lo a descobrir como ele aprende melhor. Aqui estão maneiras fáceis para auxiliar seu filho (de qualquer idade) a tirar mais proveito dos estudos. Confira!

Local adequado

O seu filho tem a sua própria mesa de trabalho ou um espaço propício para estudar com foco?

A rotina e o local são muito importantes, pois incentivam a disciplina e ajudam a preparar a criança para os desafios dos próximos anos (quando ela terá que dedicar mais tempo aos estudos). Os principais pontos são:

  • o espaço deve ser reservado para os estudos e não deve ter fotos, brinquedos, cartazes ou qualquer coisa que possa distrair a criança;
  • a área de estudo deve ter uma mesa grande o suficiente para materiais como lápis, livros, dicionários etc.;
  • a iluminação deve fornecer visibilidade adequada, não muito clara ou fraca;
  • a maioria das crianças prefere estudar com algum ruído de fundo (para não se sentir abandonada). Música clássica suave funciona bem, especialmente para um aprendiz auditivo, mas evite música com vocais, o que pode fazê-la se concentrar nas palavras;
  • incentive seu filho a se apropriar da área, dando liberdade para decorar o ambiente;
  • ensine a preparar e organizar o local todos os dias.

Aprendizado prazeroso

Ajude seu filho a desenvolver habilidades de estudo essenciais, com atividades divertidas e criativas:

  • ao viajar, peça para ele ajudar a descobrir o caminho;
  • tente relacionar o que ele está aprendendo com algo que está familiarizado. Por exemplo: se ele estiver estudando biologia, use as plantas em seu jardim para incentivar uma visão diferente do que está no livro didático.

Um erro comum é “obrigar” a criança a focar apenas nos seus pontos fracos. Por exemplo: o menino pode ser um gênio em matemática, mas ele é forçado a estudar português (para melhorar as notas). Claro que é importante tirar boas notas, mas se ele apenas estudar português, ele pode associar os estudos a algo não prazeroso. Assim, ele pode perder o interesse e se tornar mediano em todas as matérias.

Gerenciamento de tempo

O estudo não deve ser feito apenas na época do exame. Deve ser praticado durante todo o ano. A revisão do conteúdo é crucial e deve ser feita todos os dias. Estudar para provas deve, portanto, ser apenas um caso de revisão de informações com as quais ele já esteja familiarizado.

Antes de configurar um horário, pergunte ao seu filho como ele se sente quando chega em casa depois da escola. Algumas crianças preferem fazer uma pausa, enquanto outras ainda estão no modo “escola” e preferem rever imediatamente. É crucial que o seu filho contribua para estabelecer um horário. Isso faz com que ele assuma a responsabilidade. Se não o fizer, sentirá como se estivesse sendo forçado a isso.

Não existe uma regra de tempo para estudos, cada criança tem um estilo de aprendizado. É interessante incentivar algumas pausas, seja para comer ou apenas para se distrair um pouco. Muitas crianças têm uma memória mais curta, por isso, é uma boa ideia listar todas as tarefas e horários:

  • faça uma lista de atividades de lazer: desenhar, jogar videogame, futebol e assim por diante;
  • marque o tempo para lição de casa, comer e relaxar;
  • insira as datas de entrega das tarefas e projetos, adicionando o tempo necessário para trabalhar nelas;
  • por fim, preencha períodos de estudo e pausas.

Novamente, convide seu filho para participar de todas as decisões, ele precisa se sentir responsável pelas atividades. Se possível, negocie com ele uma pequena recompensa financeira pelos objetivos atingidos.

PORT, distribuidor oficial BICPowered by Rock Convert

Mapeamento da mente

Estudar muita informação nova pode ser assustador. Para digerir isso mais facilmente, incentive seu filho a dividir o trabalho em pequenas partes.

Faça com que ele escreva uma palavra ou conceito central em um post-it. Em torno dessa palavra, escreva cinco a dez ideias principais relacionadas a ela. Agora, pegue cada uma dessas palavras e escreva novamente de cinco a dez ideias principais relacionadas.

Dessa forma, muitas ideias relacionadas podem ser colocadas juntas. Esse método incentiva a redação resumida e é uma ferramenta útil para a escrita criativa, em que é importante começar com todas as suas ideias primeiro. Também torna a revisão mais fácil e rápida. É especialmente útil para aprendizes visuais.

Mnemônica

Esse método se baseia em lembrar a primeira letra de uma palavra-chave em uma sequência, e pode ser usado para memorizar informações, como fatos ou longas listas de locais ou nomes.

Por exemplo: “meu verão tem morango”, que representa os nomes dos 4 primeiros planetas em nosso sistema solar: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte.

Incentivo da criatividade

É comum a criança ficar “presa” apenas nos estudos lógicos, mas é muito importante incentivar também exercícios para a criatividade. Faça com que seu filho experimente esse exercício de dois minutos para ativar a parte criativa do cérebro, necessária para um estudo bem-sucedido.

Proponha, por exemplo, uma atividade para que ele anote diferentes usos para um clipe de papel. As respostas não precisam ser lógicas: montar uma pequena escultura de metal, usar como anzol ou zíper etc. Desenvolva seus próprios exercícios com materiais inusitados e deixe a imaginação fluir.

Além dessas dicas para estudar, procure oferecer objetos adequados que possam incentivar a criança nos trabalhos. Existem diversas opções de materiais (com baixo custo) que podem abrir novos caminhos para o aprendizado.

Lembre-se que crianças não consideram o longo prazo, para elas, o único sentido está em se divertir no presente. Então, torne os estudos algo divertido, desafiador, descubra qual a melhor forma de aprendizado, seja visual, auditiva ou escrita. Convide os pequenos para participar do planejamento e dê recompensas.

Gostou das dicas para estudar? Para outras novidades e promoções, siga a PORT no Instagram, Facebook e LinkedIn!

PORT, distribuidor oficial 3MPowered by Rock Convert
    Scroll Up