Saiba o que é preciso considerar ao comprar caderno

Tempo de leitura 9 min

Comprar caderno parece ser algo simples de se fazer — e realmente é. No entanto, assim como com qualquer outro material de escritório ou escolar, quando há planejamento e organização na escolha e na compra, você tem ótimas oportunidades de economizar um bom dinheiro e adquirir o produto ideal, que se adéque às suas necessidades.

O maior erro das pessoas é dar muita importância para o modelo de capa de caderno. Existem vários outros critérios que devem ser levados em consideração na hora de adquirir um caderno novo. Quer saber quais critérios são esses? Então, acompanhe a leitura! Ao final, você ainda descobrirá como deixar a capa do seu jeito!

Verifique as opções disponíveis do fornecedor

Não tem como. Os pais precisam renovar o material escolar de seus filhos todo início de ano, graças à volta às aulas, e o caderno é um dos itens mais importantes da lista. Apesar de cada item não ser, necessariamente, algo caro, a soma final pode resultar em um valor que pesa um pouco no bolso, concorda?

Por isso, uma dica importante é não pegar a primeira opção que aparecer, mas pesquisar mais a fundo e conhecer o que o fornecedor tem de melhor a oferecer, tanto em preço como em modelos. Pensando nisso, fizemos uma pequena lista com os principais tipos de caderno que existem no mercado, cada qual com características e indicações diferentes. Vamos conferir?

Caderno com brochura

Esse tipo de encadernação é muito comum para aqueles cadernos de bolso. No entanto, hoje, existem modelos maiores, com capa dura, espaço para identificação e pauta. São aqueles que recebem uma costura especial na lateral, em vez do arame (que veremos mais à frente).

Esses modelos são indicados para atividades escolares, principalmente para crianças menores, com volumes pequenos de tarefas, tendo em vista que o número de folhas não costuma ser muito grande. A Tilibra, por exemplo, é uma das marcas mais tradicionais e conta com capas mais discretas e neutras, além das versões infantis. Outras de confiança são a Alibombom e Cicero.

Caderno aramado

Esses são modelos mais robustos e para volumes maiores de trabalho. São os que contêm uma espiral na lateral, e o número de folhas pode variar significativamente.

São indicados para uso escolar e universitário, e os modelos de capa agradam aos mais diversos gostos, pois é possível encontrar desde paisagensautomóveis e estilos musicais a estampas de time de futebol ou artes femininas.

Os valores também podem variar bastante, entre 20 e 90 reais, por exemplo. Há uma série de fatores, como tamanho, estilo e tipo da capa, que definem os preços.

Detalhes extras

Além dos tipos de encadernação que vimos acima, basicamente, o que define as diferenças entre os modelos é a capa e a folha dos cadernos. Ou seja, capas simples costumam ser mais finas e, consequentemente, mais em conta. Sendo assim, são mais indicadas para um modelo com menor uso.

Já a capa dura é aquela com mais resistência e que, se bem cuidada, pode durar todo o ano letivo tranquilamente. É a mais indicada para uso diário e para o transporte em mochilas, por exemplo.

Por fim, o tipo de folha também é um critério a ser avaliado na hora de comprar um caderno. Afinal, para que você precisa dele? Será para anotações, caligrafia ou desenhos, por exemplo? Precisa de pauta ou não? Enfim, é sempre bom conferir esses detalhes antes de qualquer aquisição.

Considerações na hora de comprar caderno

Agora que você sabe diferenciar os principais tipos de encadernação, vale observar alguns pontos para concluir a sua compra da forma certa e com o melhor custo-benefício. Confira!

Tipo de uso

Um caderno com brochura, mais simples e menor, pode ser o ideal para pequenas anotações, como agenda, cronogramas ou lembretes sobre tarefas. Para desenhos e artes, esse modelo com folhas sem pauta também pode ser uma opção de boa qualidade e preço bem vantajoso.

Por outro lado, para adolescentes ou universitários, que precisam de um caderno para uso contínuo, o mais indicado são os de espiral e, de preferência, com capa dura.

Número de folhas

O indicado é comprar um caderno com um volume grande de folhas só se for realmente necessário. Na verdade, é preciso avaliar o tipo de uso dele. Por exemplo, pode ser que um único caderno grande e grosso possa servir para dividir diversos assuntos. Inclusive, alguns modelos já vêm com divisórias internas.

Tipo de capa

Esse detalhe faz toda a diferença! Não se trata de uma questão de qualidade, mas de resistência ao tipo de uso. Você pode comprar caderno de capa simples e conservá-lo por longa data. Basta ter o cuidado necessário!

No entanto, para usos mais frequentes e necessidade de transportá-lo dentro de bolsas ou mochilas, os modelos de capa dura são muito mais resistentes e recomendados.

Qualidade do produto

Não adianta apenas se basear em preço ou na estampa mais legal de seu caderno. Já imaginou economizar e, no meio do ano, o material não ter mais condições de uso? Por isso, opte por marcas conhecidas e de renome no mercado. Um bom produto, independentemente do modelo, tende a durar muito mais do que os de segunda linha.

Fornecedor

Ao comprar caderno e os demais materiais, sejam escolares ou de escritório, você precisa ter a garantia de um bom fornecedor. Atualmente, sem dúvidas, a melhor opção é por meio de lojas online, que costumam ter preços muito mais competitivos. Além disso, você consegue realizar tudo no conforto de sua casa ou trabalho, de uma única vez.

Por fim, uma loja especializada no fornecimento desses materiais pode contar com equipes capacitadas para tirar todas as suas dúvidas e orientá-lo a tomar a decisão mais acertada.

Formas de personalizar um caderno em casa

Os cadernos mais bonitos, com estampas de desenhos infantis, filmes de super-heróis e jogos de video game são os mais caros justamente por chamarem mais a atenção da criançada. Os pais sabem muito bem que existe uma diferença de preço gigantesca entre um caderno sem estampa e um temático das princesas da Disney, por exemplo.

As crianças, entretanto, não entendem que um caderno simples e sem enfeites pode ser tão bom quanto aquele tão sonhado da marca X, que vem com cartela de adesivos e estampa de unicórnio. Os pais estão sempre tentando agradar seus pequenos, mas nós sabemos que comprar todos os materiais mais caros é financeiramente inviável.

Então, o que fazer quando você quer agradar seus filhos, mas não pode gastar muito? A melhor opção é personalizar os cadernos em casa! Além de ser uma técnica fácil e barata, um caderno personalizado é um item exclusivo, ou seja, nenhum amiguinho do seu filho vai ter um igual ao dele. Confira as nossas dicas de personalização:

Encadernação com papel

Essa é uma das formas mais tradicionais e fáceis de se personalizar um caderno. Você pode usar papel kraft (pardo), de presente ou estampado para encapar o caderno. A encadernação com papel é mais fácil de ser feita em cadernos de brochura.

Se você nunca encapou um caderno antes, a dica para se sair bem-sucedido é abri-lo sobre o pedaço de papel e medir o tamanho da capa mais a contracapa. Não se esqueça de deixar aproximadamente 2cm de folga para cada lado, pois, assim, o trabalho ficará mais bonito.

Encadernação com tecido

As vantagens de usar tecido para encadernar cadernos são: primeiro, que o material principal a ser usado é muito barato; em segundo lugar, você pode fazer um mix de estampas e texturas usando tecidos diferentes. Além de tudo isso, o tecido deixa o caderno com um acabamento bonito e macio ao toque.

Para fazer a encadernação, você vai precisar de cola, tecido, tesoura e fita. Corte o tecido (de preferência, algodão) do tamanho do caderno, deixando 3 cm de margem para cada lado. Cole o tecido no caderno com a cola branca e use a fita para reforçar o acabamento enquanto a cola não seca. Não se esqueça de cortar as sobras de tecido e fazer dois piques no miolo do caderno, na parte de cima e de baixo.

Encadernação com plástico

Esse tipo de encadernação é mais indicado para os cadernos que serão usados por crianças, uma vez que você pode limpar a capa de plástico com um pano úmido. A vantagem do plástico é que existe uma grande diversidade de estampas, principalmente infantis. Você também pode usar embalagens de presente.

O passo a passo para a encadernação com plástico é muito parecido com o da encadernação com papel — só tome um cuidado maior para que o plástico não fique repuxado ou torto.

Todos esses tipos de encadernação são mais fáceis em cadernos de brochura, mas, se você for bem cuidadoso e tiver bastante paciência, também conseguirá encadernar um caderno em espiral.

Enfim, essas foram as nossas dicas para personalizar um modelo de capa de caderno. Como citamos, esse parece ser um assunto simples e fácil, mas acaba pegando muita gente de surpresa todos os anos, pela falta de organização e planejamento. Siga todos os passos e tire as suas próprias conclusões: seu bolso agradece, e seus filhos aproveitam melhor!

Você precisa comprar um caderno novo? Então, confira já a loja virtual da PORT! Lá, você vai encontrar os melhores preços e uma diversidade enorme de modelos, marcas e estampas.

Volta às Aulas é na PORTPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up