4 tipos de papel para seu filho levar para a escola ou brincar em casa

Tempo de leitura 6 min

Muito se fala sobre uso de papel no escritório, mas ele é bastante presente, também, no dia a dia das crianças. Se na escola ele faz parte do material de estudo dos pequenos, em casa, ele dá asas à criatividade durante as brincadeiras.

Escrever, dobrar, cortar, imprimir e colorir são apenas alguns usos dos papéis feitos pelas crianças. E você sabia que existe um modelo ideal de papel para cada uma dessas situações?

Neste post, nós vamos falar sobre os tipos de papel mais utilizados pelos pequenos nas mais diferentes situações: da escola à brincadeira, passando para a impressão de fotos e trabalhos. E você vai conferir ainda uma sugestão de brincadeiras utilizando esses papéis. Preparado?

A importância de conhecer os diferentes papéis

Você já comprou um papel para seu filho desenhar e, no momento de colorir, percebeu que o traço não se fixava? Ou já escolheu papéis difíceis de cortar com a tesoura infantil?

Esses são apenas dois exemplos de problemas que podem acontecer quando você não tem os papéis adequados para cada função. Alguns pontos são importantes para identificar o papel ideal, como:

  • gramatura ou peso – ela corresponde à medida da densidade do papel e influencia na maleabilidade do produto (em geral, papéis de maior gramatura são mais grossos, enquanto os de menor gramatura são mais finos);
  • formato – para um melhor aproveitamento do papel e evitar o desperdício, é importante escolher modelos de acordo com o objetivo;
  • textura – essa característica influencia no aspecto tátil do papel e, também, no acabamento das impressões, por exemplo.
  • cor – para as crianças, a cor sempre funciona como um atrativo, mas papéis coloridos podem interferir na qualidade das impressões e prejudicar a resolução de imagens.

Resolvemos ajudar ainda mais e criamos a seguinte lista com os 4 tipos de papel mais utilizados pelas crianças.

Os 4 tipos de papel para seu filho utilizar na escola e em casa

Aqui, você vai conseguir entender as características de cada um desses 4 papéis e em que tarefas eles apresentam os melhores resultados. Vamos conferir?

1. Papel sulfite

Ele não é a estrela da lista de materiais escolares por acaso. A versatilidade desse tipo de papel faz com que ele seja empregado nos mais diferentes ambientes e situações.

Um dos motivos desse sucesso é o acabamento que a folha de sulfite possui. Por ter um aspecto liso e poroso, esse papel facilita a absorção de tinta e é perfeito tanto para impressões quanto para os desenhos das crianças. Outra característica que popularizou o uso do papel sulfite é o custo-benefício.

É comum encontrar embalagens de 100, 250 e 500 folhas no tamanho A4 (21 cm x 29,7 cm), mas ele também pode ter outros formatos.

2. Papel vegetal

Esse papel é perfeito para a elaboração de gráficos, projetos e desenhos geométricos ou artísticos, em casa ou na escola. Além disso, ele pode ser utilizado para a confecção de dobraduras e origamis graças à sua resistência e leveza.

Assim como o sulfite, o papel vegetal apresenta diferentes tamanhos. Em geral, é vendido em blocos de 50 folhas no tamanhos A4 e A3 (29,7 cm x 42 cm). Ele aceita desenhos a lápis, nanquim, canetas porosas e marcadores.

3. Papel fotográfico

Como o próprio nome indica, esse tipo de papel foi desenvolvido para a impressão de fotos. Mas ele também é perfeito para impressões especiais, como etiquetas para personalizar o material da escola ou mesmo criar uma cartela de jogos para as crianças.

Volta às Aulas é na PORTPowered by Rock Convert

O papel fotográfico oferece 3 tipos de acabamento. O que diferencia cada um é a forma de acabamento e o reflexo. No papel glossy, o acabamento é brilhante, mas com muitos reflexos. O papel acetinado também possui o acabamento brilhante, só que com menos reflexos. Já o papel fosco é sem brilho e, por isso, sem reflexos.

4. Papel color set

Este é um dos papéis especiais que também estão no dia a dia das crianças em casa e na escola. Ele possui uma superfície uniforme e é utilizado na produção de cartazes ou na confecção de moldes, recortes e dobraduras, por exemplo.

O maior diferencial desse tipo de papel são suas cores, e ele é encontrado em folhas de 48 cm x 66 cm.

Você conheceu alguns dos papéis mais utilizados pelos pequenos tanto na escola quanto em casa. Que tal conferir algumas das brincadeiras que você pode fazer com as crianças em casa?

As melhores brincadeiras para crianças usando papel

Aproveite o tempo disponível com as crianças para criar brincadeiras divertidas usando papel. Trouxemos sugestões com alguns dos tipos de papel que você conheceu na sessão anterior. Dê uma olhada!

Pintura abstrata

Esta dica é para despertar a criatividade das crianças. Pegue um papel sulfite e amasse, formando uma bolinha. Em seguida, com a ajuda de pincel e tinta de aquarela, vá pintando esse papel amassado.

A dica é utilizar uma cor de cada vez e ir abrindo e fechando a folha para criar um efeito divertido. E quanto mais colorido, melhor será o resultado. Depois, é só colocar as obras de arte em exposição.

Desenho a sombra

Crie um efeito de luz e sombra em um abajur ou na parede da sala e peça para que a criança copie as sombras dessas imagens no papel vegetal. E para a brincadeira ficar ainda mais divertida, vocês podem pintar o desenho depois.

Jogo de adivinhação

Essa dica é para utilizar a brincadeira na construção da linguagem, e vale especialmente para crianças em alfabetização. No papel fotográfico, imprima desenhos que correspondem às letras do alfabeto.

Em seguida, elabore uma lista com dicas para que as crianças consigam descobrir quais são as imagens. Por exemplo: é uma fruta que começa com a letra M e é vermelha por fora e branca por dentro. Quem acertar o maior número de imagens, ganha o jogo.

Teatrinho de papel

Você pode colocar a família inteira na brincadeira, montando uma peça de teatro em casa. Com o papel color set, construa os personagens da peça. Você pode até encontrar alguns moldes disponíveis na internet, mas vale deixar a criatividade solta também.

O ideal é que a história não tenha um roteiro definido para as crianças trabalharem bastante com a imaginação.

Depois deste post, certamente você não vai mais olhar para os papéis do mesmo jeito, não é verdade? Você viu que, com o papel, é possível divertir-se e aprender ao mesmo tempo. Contudo, para aproveitar todas suas vantagens, é necessário optar pelo tipo de papel ideal para cada situação. E ainda aprendeu algumas brincadeiras com o material para fazer em casa com as crianças.

Gostou deste post sobre tipos de papel? Então, confira nossas dicas para cuidados com as canetas hidrográficas e saiba como as manter sempre funcionando.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up